John Wayne Gacy – O Palhaço Assassino

“Kiss my ass!”

john-wayne-gacy

Espancado sem motivos pelo próprio pai alcoólatra que também violentava sua mãe, John Wayne Gacy passou por uma infância traumática e perturbadora recheada de ofensas e violência. O que provavelmente, desenvolvera, nele, aquela pessoa que seria uma figura horrorosa na história da cidade de Chicago.

John Wayne Gacy nasceu em 17 de março de 1942 e em plena infância passou por grandes situações traumatizantes na própria família: era espancado diariamente pelo próprio pai que se embebedava todos os dias e o chamava de bichinha, além de conviver com as atrocidades violentas que ele fazia na sua mãe, espancando-a todos os dias, numa série de violência sem fim. John Wayne Gacy era o único filho homem daquela família a ter mais duas irmãs.

7090784f-8e25-4d4e-dccc-bd2aee2cbc1f

Aos 11 anos, Gacy sofreu um grave acidente. Ele foi atingido violentamente por um balanço que lhe causou um sério traumatismo craniano. Nos cinco anos posteriores, de tempos em tempos, ele sofria de uma série de escurecimento na visão e numa de suas idas ao hospital, foi descoberto um coágulo em seu cérebro que foi removido cirurgicamente e minimizou seus problemas. No entanto, não foi o suficiente, pois, ele continuou bastante debilitado de saúde o que lhe afastava de atividades mais “masculinas”.

lg_ef5e55-bodiesofserialkillers_john-wayne-gacy-clown
John Wayne Gacy com seu traje de palhaço

Apesar de todos os seus problemas de saúde, Gacy conseguiu se formar em Administração e casou-se com uma mulher e juntos, abriram um restaurante onde ele próprio administrava muito bem. Mas foi exatamente nesse momento que começou suas loucuras psicóticas. Logo John Wayne Gacy foi acusado de ter abusado de um jovem empregado que ele havia contratado para seu negócio. Ele contratou um assassino para espancar uma testemunha da promotoria e mais acusações pesaram sobre sua ficha, piorando mais sua situação e logo pegou dez anos de prisão, sendo aos poucos diminuída para dois anos, pois Gacy tinha um comportamento exemplar na prisão. Nesse meio tempo, sua esposa já havia o deixado e foi aí que ele, ao sair da prisão, partiu para Chicago.

gacy392
John Wane Gacy em sua vida social

Depois de um tempo, John Wayne Gacy, já longe de problemas,  tornou-se um cidadão exemplar, ajudando a polícia local e se fantasiando de palhaço nas horas vagas em festas infantis, sendo muito adorado palas crianças e jovens da cidade, onde dificilmente uma pessoa naquelas condições cometeria algum tipo de crime… isso era o que justamente todos pensavam dele, sem desconfiarem de nada acerca de sua mente doentia.

Em  1972, prestes a fazer 30 anos, ele começou a matar e fazer suas vítimas. Dizem relatos que a empresa dele prestou serviço a uma loja por perto, e foi exatamente nesta loja que John convidou um jovem adolescente para trabalhar em sua firma e este a pensar na proposta, ficou de se encontrar com John na casa deste à noite. O garoto, antes de ir à casa de John, relatou para alguns amigos onde ia naquela noite. E quando se notou o sumiço do menino, a polícia foi diretamente acionada a ir à casa de Gacy e lá sentiu-se logo o cheiro pútrido e intimidador da morte. No entanto, não foram encontrados corpos no local, mas sim um conjunto de objetos totalmente estranhos para um homem como John Wayne Gacy. Ninguém imaginava que ele tinha em sua casa algemas, sedativos, instrumentos para jogos sexuais, um pênis de borracha, uma pistola, uma revista sobre homossexualismo, maconha, além de outros instrumentos que não aparentavam ser dele. Ora, John Wayne Gacy era um homem respeitável, todos tinham sobre ele uma perspectiva boa a respeito de seu caráter, como um homem como ele podia possuir tais objetos encontrados em seu recinto?

A polícia começou a periciar as evidências e instituiu rígida vigilância sobre ele. Descobriu-se então sobre o seu passado (a condenação em outro estado) e que vários empregados seus, que geralmente eram menores, haviam desaparecido. Acabaram, então, voltando à sua casa, que ainda tinha aquele cheiro horrível. “É só um entupimento nos canos de esgoto”, explicou Gacy, tentando enganar os policias novamente, mas desta vez eles decidiram investigar. No porão, sob o alçapão oculto, foram encontrados os restos de vinte e nove garotos entre nove e vinte e sete anos, com sinais de tortura, violência sexual e estrangulamento.

gacyweb_t1000
Vítimas de John Wayne Gacy

Em 1988, John Wayne Gacy foi condenado a 21 prisões perpétuas e 12 penas de morte. Já preso, ele tentou culpar “Jack Hanson”, uma suposta segunda personalidade sua. Em um depoimento, desenhou um mapa com a disposição dos corpos – em seguida, aparentou desmaiar. Quando “voltou a si”, disse que foi “Jack” o autor do desenho.

Enquanto aguardava no Corredor da Morte do Menard Correctional Center de Illinois, Gacy – apelidado pela imprensa de “Palhaço Assassino” – passava o tempo fazendo desenhos infantis, especialmente palhaços.

Veja alguns desenhos de John Wayne Gacy:

Adolf Hitler
Desenho de outro Psicopata: Ed Gein
A coisa
Auto-retrato
Desenho de palhaço
Caveira Sexy
Desenho dele de palhaço
Lou-Jacobs

Apesar das contradições e negativas, alguns fatos foram descobertos sobre seu modus operandi: sabe-se que gostava de ler passagens bíblicas enquanto enforcava as vítimas; outras vezes, vestia-se de palhaço enquanto as torturava. Enfiava as cuecas dos rapazes em suas bocas para sufocá-los. John Wayne Gacy encaixa-se perfeitamente na fantasia do “Palhaço Assassino”.

f4630-20-anos-da-execu25c325a725c325a3o-de-john-wayne-gacy-o-palha25c325a7o-assassino-vitima
Polícia Faz Escavações e Retira Corpos a Casa de John- Wayne Gacy

Quando encarcerado, possuía uma rotina obsessiva: anotava cada ligação, carta ou visita recebida, e até mesmo o que comeu. Conta-se que, nos 14 anos que esteve preso, passou a abusar de álcool e tentou suicídio.

Pouco antes de morrer, em 1994, de injeção letal, já sedado, pronunciou suas últimas palavras: “Kiss my ass!” (Beije minha bunda!).

A história de John Wayne Gacy nos Cinemas

Gacy (2003)

Gacy

Sua história de vida também motivou produções de longas-metragens de terror. Em Gacy, de 2003, damos de cara com um enredo construído e baseado na vida do palhaço assassino, que assim como na vida real, vemos Gacy como cidadão, marido e serial killer que com toda sua psicopatia, matou e sepultou mais de 30 homens e adolescentes no espaço debaixo de sua casa, na qual morava ele e sua família.

No cast do filme temos Mark Holton interpretando John Wayne Gacy Jr., Adam Baldwin de John Gacy, Sr.Tom Waldman no papel de HalCharlie Weber era Tom; e Allison Lange como Gretchen.

Dear Mr. Gacy (2010)

maxresdefault

(Fonte: Wikipédia) A história real da relação entre um assassino em série e um estudante universitário obcecado pelo homicida. Jason Moss vive com os seus pais nos subúrbios, estuda na universidade e tem namorada. Vive uma vida aparentemente normal, procurando sempre novos desafios. Para o trabalho de uma cadeira, envia uma carta ao assassino em série John Wayne Gacy na prisão, retratando-se como um jovem vulnerável. Gacy, que suspeita ao início, vai testar emocionalmente Jason através de telefonemas e cartas. Segue-se um jogo psicológico do gato e do rato entre duas mentes manipuladoras, com a vida de Jason virada do avesso e Gacy a descobrir novas dimensões no seu interior. Quando Gacy convida Jason para um encontro privado na prisão, Jason aceita sem imaginar o que estaria prestes a acontecer.

Andrea Brooks: Attractive Girl
Andrew Airlie: Professor Harris
Anthony Shim: Paul
Belinda Metz: Valerie
Brett Dier: Marcus
Cole Heppell: Alex Moss
Daryl Shuttleworth: Thompson
Emma Lahana: Alyssa
Eric Keenleyside: Stan
James Ralph (I): Armed Gaurd
Jaren Brandt Bartlett: Mike
Jeffrey Bowyer-Chapman: Diego
Jesse Moss (II): Jason Moss
Kai Kennedy: Bobby
Karissa Tynes: Amy
Michaela Mann: Autumn
Michael Kopsa: FBI Agent
Michael Ryan (VIII): Frank Moss
Patrick Gilmore (II): Glen Phillips
Richard Harmon: Victim
William Forsythe: John Wayne Gacy

***

Assim foi a vida de um dos maiores assassinos em série de todos os Estados Unidos, uma celebridade horrenda que marcou a história da cidade de Chicago com seus crimes crués e sua psicopatia visceral, que certamente deu a ela um marco triste para todos que naquela cidade moram. John Wayne Gacy morreu, mas sua história permanecerá viva por muito tempo, e o título de Palhaço Assassino jamais se desapegará de sua doentia e intimidadora imagem.

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s