Sobre as memórias…

 

As memórias são traiçoeiras! Num momento, você está perdido num carnaval de prazeres, com os aromas da infância, os neons da puberdade…

Noutro, elas te levam a lugares onde a escuridão e o frio trazem à tona coisas que você gostaria de esquecer!

As memórias podem ser vis, repulsivas, brutais como crianças (AH, AH, AH!)
Mas podemos viver sem elas? A razão se sustenta nelas.  Não encarar as memórias é o mesmo que negar a razão! Mas e daí? Quem nos obriga a ser racionais?

Não há cláusulas de sanidade!

Assim, quando você estiver dentro dum desagradável trem de recordações, seguindo para lugares do seu passado onde o grito é insuportável… Lembre-se da loucura.

A loucura é a saída de emergência!

Você só precisa dar um passo pra trás e fechar a porta com todas aquelas coisas horríveis que aconteceram… presas lá dentro… para sempre.

Coringa em Batman: The Killing Joke.

 

Anúncios

2 comentários em “Sobre as memórias…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s